Em 4 anos, Travessia, Expresso Metropolitano e inovações no ferryboat modificam transporte no Maranhão – Maranhão

Ônibus expressos em regiões metropolitanas, vans e veículos adaptados para cadeirantes, cegos, crianças com microcefalia, maior conforto nos terminais de transporte por ferry boat e mais segurança no trânsito em todo o estado. Com os investimentos do Governo do Maranhão em transporte e mobilidade, se deslocar no estado ficou mais fácil e mais seguro nos últimos quatro anos.

O Expresso Metropolitano é um desses serviços que deram certo, sendo oferecido na Grande São Luís (São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar) e também na Região Tocantina (nos municípios de Imperatriz, João Lisboa e Senador la Rocque).

Criado em 2016, atualmente mais de 400 mil passageiros utilizam, por mês, os cerca de 50 veículos disponíveis para o transporte entre municípios. Já são mais de 12 milhões de passageiros transportados.

Mais ágil, a rota trabalha com pontos de parada fixos e as viagens possuem redução de tempo. Os ônibus, confortáveis e climatizados, contam também com monitoramento remoto por GPS, tecnologia que permite ao usuário saber, por meio do Aplicativo Meu Ônibus MOB, o horário em que o veículo estará na parada mais próxima.

A aprovação dos usuários supera os 90%. Entre eles, a dona de casa Antonia Silva, que pega o ônibus sempre que precisa ir a uma das sessões de seu tratamento de saúde.

Expresso Metropolitano transporta milhões de passageiros. (Foto: Divulgação)

“Eu uso o Expresso desde o início. Faço tratamento aqui no Sesc há mais de 10 anos e eu pegava somente o Cidade Verde. Agora eu pego o Expresso [Metropolitano] para ir às minhas consultas e volto de carona com minhas amigas. O bom também é que passam vários Expressos na porta da minha casa”, disse.

Travessia

Próximo dos três anos de atividade, o Travessia tornou mais fácil a vida de milhares de maranhenses com algum tipo deficiência, realizando viagens a trabalho, tratamento de saúde, educação e lazer a bordo de vans e veículos de passeio adaptados.

Além da ampliação do atendimento a crianças com deficiência em neurodesenvolvimento, a ação inclui ainda o Travessia Melhor Idade com foco no idoso.

O serviço Travessia tem capacidade de atendimento para até mil viagens/mês, sendo executado em vans adaptadas, climatizadas e com capacidade para até três cadeirantes e seus acompanhantes.

Desde sua implantação, em fevereiro de 2016, já são mais de 1,5 mil cadastrados, aproximadamente 34,3 mil atendimentos e a marca de 62,3 mil viagens realizadas, que incluem os acompanhantes dos beneficiados.

Atualmente, 28 municípios são cobertos pelo serviço, que acaba de chegar a Açailândia. Em Imperatriz, seis novos veículos passaram a integrar o Travessia agora em dezembro.

Transporte aquaviário 

Novo Terminal da Ponta da Espera. (Foto: Divulgação)

Com definição de horários fixos para partidas, eliminação dos atrasos e aumento do número de viagens disponíveis, quem precisou do transporte aquaviário nos últimos quatro anos também sentiu a diferença.

No Terminal da Ponta da Espera, por exemplo, o investimento de cerca de R$ 1 milhão realizado pelo Governo do Maranhão se transformou em uma nova área de vivência, com salão de espera, lanchonete, banheiros, fraldário, televisões com informações sobre embarque e desembarque, wi-fi e acesso para pessoas com mobilidade reduzida.

No Terminal do Cujupe, o Governo do Estado realiza intervenções com investimento de R$ 2 milhões. A etapa inclui implantação de estrutura para embarque multimodal de passageiros e boxes padronizados para o comércio, gerando renda para mais de mil famílias da região, além de mais higiene no preparo dos alimentos.

Por meio do ferryboat, foram transportados quase 2 milhões de pessoas e mais de 300 veículos por ano.

Trânsito

Os serviços prestados e a presença do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) em diversas regiões do estado também foram uma mudança significativa para a população nos últimos quatro anos.

Com a instalação de seis Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretran) novas ou reformadas em todo o Estado, os serviços oferecidos pelo órgão estadual ficaram mais próximos dos motoristas.

Atualmente, todos os 217 municípios são cobertos pelas Ciretrans localizadas em Imperatriz, Caxias, Codó, Balsas, Bacabal, Chapadinha, Pedreiras, Pinheiro, Santa Inês, Timon, Açailândia, Presidente Dutra, Barra do Corda, Grajaú e São João dos Patos.

Fonte: Folha Nobre

Data: 15/12/2018

Por: redação

Link: http://folhanobre.com.br/2018/12/15/em-4-anos-travessia-expresso-metropolitano-e-inovacoes-no-ferryboat-modificam-transporte-no-maranhao-maranhao/209801

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *